• Débora Marquetti

#QuitMyJob: A tendência do TikTok


Você já ouviu falar na expressão #quitmyjob? Essa hashtag foi um dos trend tops da plataforma TikTok e está promovendo mudanças no mercado de trabalho no ocidente. Mas afinal, o que significa essa expressão? Traduzindo seria “Me demito” e de onde vem isso? Antes de explicar vamos falar um pouco sobre a plataforma.


O fenômeno do Tiktok


Há seis anos no mercado dos aplicativos, o TikTok vem fazendo história com os seus vídeos curtos e mais de 1,2 bilhão de usuários ativos mensais (principalmente na faixa etária de 24 anos). E você sabia que o Brasil é o quinto maior mercado do app no mundo? Afinal, são cerca de 140 milhões de downloads realizados.


Atualmente, as criações e estratégias não estão mais atreladas a danças coreografadas e música, mas sim, um ambiente criativo e de informação onde muitas marcas estão investindo inclusive em lançamentos de seus produtos. Uma prova disso é que em 2020 foi lançando um fundo de US$ 200 milhões para incentivar criadores, com o objetivo de tornar o TikTok uma plataforma de comunicação para vídeos curtos em todas as áreas.


#QuitMyJob


Esse movimento foi iniciado pela americana Shana Blackwell, em outubro de 2020, onde a jovem se demitiu da filial do Walmart e usou o microfone do mercado para falar tudo o que sentia e comunicar o seu pedido de demissão. O vídeo acabou viralizando com a #QuitMyJob, lançando uma das maiores tendências da plataforma com 200 milhões de visualizações.


O tema abriu espaço no TikTok, superando 50 bilhões de visualizações e abrindo debates mais sérios sobre o mercado de trabalho, onde muitas pessoas acabaram tomando consciência de sua situação profissional. E não para por ai! Outros grandes assuntos ultrapassaram a barreira do aplicativo para tornarem alvo de discussão em outras redes como: MeToo, Black Lives Matter e as mobilizações recentes contra as restrições sanitárias.


Isso ainda enfatiza o poder do TikTok que passou pela sua transição e abre caminhos para discussões relevantes para a sociedade. E você, costuma utilizar o aplicativo?


2 views0 comments